PLANO DE GESTÃO AMBIENTAL-PGA

Preocupada em assegurar um futuro sustentável para a produção de cana-de-açúcar por meio de iniciativas social e ambientalmente responsáveis, a Cooper-Rubi busca, por meio de seu Plano de Gestão Ambiental-PGA, demonstrar o atendimento aos critérios estabelecidos pela legislação vigente. Neste sentido, atua em todos os processos, adotando práticas visando uma melhor gestão do uso dos recursos naturais e conservação dos ecossistemas.

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL

O termo “Responsabilidade Ambiental” remete as empresas a uma nova forma de gerir os negócios. Para permanecer no mercado de forma competitiva, é preciso incorporar um modelo de gestão arrojado, baseado no “tripé da sustentabilidade”, perpetuando o equilíbrio social, econômico e ambiental.

Possuímos todas as licenças ambientais e cumprimos a legislação aplicável, adotando medidas constantes na busca por produtos e processos que possam amenizar e/ou eliminar todo e qualquer risco ao meio ambiente. Também dispomos de mecanismos de preservação e recuperação de áreas degradadas e APP’s  – Áreas de Preservação Permanente e uma rigorosa Política Ambiental. Assim produzimos Açúcar, Etanol e Energia a partir de fontes renováveis e com respeito ao meio ambiente.

BIOENERGIA

Produzimos Energia Elétrica através da biomassa (bagaço de cana) para consumo próprio. Uma termoelétrica instalada na planta industrial é responsável por toda a energia que consumimos no período de safra, tornando-nos auto-suficiente em energia elétrica no período de safra.

VIVEIRO FLORESTAL

A Cooper-Rubi dispõe de um viveiro florestal onde são cultivadas mudas nativas e frutíferas. O viveiro produz um total de 40 mil mudas por ano, que são utilizadas na recuperação de áreas degradadas, conservação e manutenção das APP’s (Áreas de Preservação Permanente), bem como para doação aos proprietários rurais da região, projetos e entidades voltadas para a preservação do meio ambiente.

FILTROS LAVADORES DE GASES

As chaminés das nossas caldeiras estão equipadas com um sistema de filtros à base de água, onde os gases oriundos da queima da biomassa são filtrados antes de serem lançados na atmosfera. Uma prática que diminui os impactos causados pela emissão de CO2 e colabora para a preservação ambiental.